Projeto 09/2014 - Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos

Projeto 09/2014 - Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos

Na noite de ontem (15), aconteceu na casa legislativa a Audiência Pública referente o projeto de lei 09/2014, que dispõe sobre o plano municipal de gerenciamento integrado dos resíduos sólidos...

SESSÃO SOLENE

SESSÃO SOLENE

Na Sessão Solene ontem (10), foram homenageados o 27º Batalhão de Polícia Militar, ao Forte Marechal Luz e a Rede Feminina de Combate ao Câncer pelos 30 anos em São Francisco do Sul.

Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.Com

Primeira sessão anuncia alguns projetos de 2012

Câmara de Vereadores de São Francisco volta de férias  com sessão ordinária e discussão de projetos para 2012

A Câmara de Vereadores de São Francisco do Sul iniciou mais um ano de trabalho com a primeira sessão, realizada no dia 16 de fevereiro de 2012. Nessa primeira sessão, foi colocado em votação o projeto de lei número 15, que altera a lei 1271 de novembro de 2011 que dispõem sobre a lei de diretrizes orçamentárias para 2012. Ficaram alteradas no artigo primeiro, as exposições da ação 1055, obras de infraestrutura para o esporte. A proposta seguiu com alterações de valores de 55 mil reais para 100 mil reais em recursos ordinários.

Outros valores de recursos ordinários também foram suprimidos, segundo a proposta. O projeto tem por objetivo atender a construção da quadra poliesportiva do bairro Forte, que já é uma reivindicação antiga dos moradores da região. Acredita-se que com a construção, o bairro que já conta com suas belezas naturais, terá mais uma opção de entretenimento.



    Nessa primeira sessão, também foi discutido o projeto de resolução de 2012 que institui normas que regulamentam o serviço interno de controle do patrimônio. Ficaram aprovados e definidos que os materiais de consumo são de responsabilidade da Secretaria Administrativa. Já os materiais classificados como permanentes, sendo esses, bens e imóveis, ficam sobre a responsabilidade do Controle de Assitência, onde cada bem será cadastrado em um sistema e avaliados por uma comissão, selecionada pelo presidente da Cãmara de Vereadores. Porém, a responsabilidade de manutenção e conservação dos bens, fica para quem estiver utilizando-o.

Um outro projeto de lei também foi discutido. Ele institui gratificação aos servidores efetivos, membros da comissão especial de patrimônio. E o valor foi julgado justo pelos vereadores presentes. Além disso, solicitações da comunidade também foram debatidas, como a manutenção de uma boca de lobo situada na Rua Padre Antônio Nobrega, no bairro Água Branca que já causou acidentes de locomoção aos moradores da região. Patrolamento, ensaibramento, limpeza de valas e roçada da vegetação da região, também foram debatidos pelos vereadores e são vistos como os principais problemas dos bairros de São Francisco do Sul que precisam de solução imediata. Para isso, os vereadores convocaram a Secretaria de Obras.


A população que esteve presente, também reivindicou melhorias e conclusões de obras que ficaram paradas em 2011 e, os vereadores aceitaram e concordaram com a pressa em finalizar essas obras.Outra ação que entrou em discussão foi o recadastramento do programa Bolsa Família, por ser um pedido do Estado que deve ser provindenciado nos próximos dias. A próxima sessão deve acontecer no dia 23 de fevereiro e conta com a presença da comunidade.ddd

 

Sessão discute melhorias para São Francisco do Sul

 

A sessão da Câmara de 23 de fevereiro, abordou o plano plurianual que busca melhorias para passarela, avaliação e colocação de redutores de velocidade e, reforma ao trapiche, orçado no valor de 798 mil reais. A substituição de pontes , galerias de concreto e pontilhões também entraram em discussão, no valor de 462 mil reais. Os projetos estão inseridos nas medidas preventivas de drenagem, contra possíveis alagamentos e inundações em áreas de risco.

 

Em épocas de maré alta, com as enchurradas, a situação dos moradores do litoral é preocupante. Por essa razão, a Câmara colocou esses projetos ligados à infraestrutura, como prioridades. Com relação à gestão de saúde pública, uma avaliação do serviço de terceirização deve ser feita, verificando a necessidade de contratações para garantir a manutenção da nova Unidade Hospitalar de São Francisco do Sul, o hospital e maternidade Nossa Senhora da Graça.

 

Uma pesquisa levada à Câmara de Vereadores apontou que o custo leito de um hospital público, pode chegar à mil reais, a diária. Já o Hospital Nossa Senhora da Graça, terá em torno de 36 leitos, com custo de 500 reais por dia, cada leito. No total, a manutenção do hospital deve atingir aproximadamente 600 reais por mês. O hospital deve realizar 110 atendimentos por dia, 750 exames de apoio e 3.200 atendimentos de urgência e emergência.

 

Na sessão foram apresentadas denominações de ruas que eram solicitações antigas dos moradores de São Francisco que vinha sofrendo com a falta de serviço de correios, entre outros. Os moradores chegaram a fazer abaixo assinado, comprovando a necessidade de denominação. Patrolamento, ensaibramento e reforma do pontilhão da Estrada do Morro da Palha também estiveram em discussão. Segundo os moradores da região, o pontilhão fornece perigo a comunidade por estar sendo açoriado pelo rio que passa no local. Outra comunidade, solicitou a remoção de materiais como barro e árvores que estavam atrapalhando o tráfego de veículos na região.

 

No bairro Miranda, os moradores pediram a inclusão de uma galeria sobre um córrego, para amenizar problemas de alagamentos no local. Além da galeria, eles também solicitam a reforma de uma ponte localizada próxima do córrego. A próxima sessão da Câmara ainda não tem data marcada, mas espera a participação da comunidade.

 

 

Problemas e soluções para São Francisco do Sul são discutidos na sessão da Câmara

Hospital da Caridade mais uma vez em pauta

Mais uma sessão na Câmara de Vereadores de São Francisco do Sul se volta para a discussão de problemas e possíveis soluções que os vereadores buscam em beneficio da comunidade francisquense. Nesse dia 28 de fevereiro, os vereadores discutiram a denominação da rua Vanda Maria da Costa dos Passos, no bairro Água Branca que já era uma reinvindicação antiga dos moradores do local, prova disso, é o abaixo assinado entregue ao vereador Jacson Portella que encaminhou o projeto e obteve a solução.

O projeto do vereador Jorge Luiz Macedo, também foi discutido. É o pedido de continuação das obras de drenagem da rua João Ezequiel Amarante e seu patrolamento e ensaibramento. A drenagem foi iniciada, mas não finalizada no local e, a comunidade também pede a conclusão do trabalho.

A moção do vereador Clovis Matias, também foi assunto da noite de terça-feira na Câmara de Vereadores. O vereador colocou na mesa, o pedido de pavimentação asfáltica da estrada geral do Capri. Via que dá acesso às praias. O objetivo é valorizar a região como ponto turístico, já que possui nessa localidade muitos comércios e a rua é acesso ao litoral, sendo de tráfego intenso. Atualmente a via está em precárias condições.

E o vereador Ismael dos Santos, também trouxe para discussão a valorização da agricultura e pesaca, por meio de um projeto que busca viabilizar ações na psicultura. O vereador afirma que a atividade pode ajudar muitos pescadores e ser fonte de emprego e renda para as comunidades de São Francisco do Sul. E futuramente, a psicultura pode ser consilidada como importante estratégia para geração de renda.

Já o vereador Vilson Reichert estava mais preocupado em sanar as dúvidas da comunidade e dos próprios vereadores com relação aos investimentos de mais de 1 milhão de reais no Caranaval de São Francisco do Sul e encaminhou um pedido de informação, solicitando a cópia do convênio de repasse de recursos para o carnaval de 2012. O mesmo vereador, solicitou cópias de todos os imóveis da prefeitura que foram alugados, com o objetivo de esclarecer a população sobre valores e bens patrimoniais. Vilson, também lembrou que um dos problemas atuais em São Francisco continua sendo a saúde. O vereador trouxe a precária situação do Hospital da Caridade. Como prova de seus argumentos, afirmou que há muito tempo, as mães precisam se deslocar para Araquari ou Joinville para ter seus bebês, devido a precariedade da estrutura e falta de profissionais no hospital que mantém a maternidade fechada. O vereador e a comunidade esperam providências imediatas.

A próxima sessão da Câmara de Vereadores acontece no dia 1º de março, ainda sem horário definido.

 

Com apoio da Câmara Municipal, Casa Familiar do Mar busca novo convênio com o Estado

 

Escrito por Fabiane Borges.

 

Visando a reestruturação da Casa Familiar do Mar Luiz Carlos Perin, que atualmente passa por dificuldades financeiras, resultantes do encerramento do convênio com o Governo Estadual, o vereador Jorge Macedo (PMDB) se reuniu, na tarde do dia 28 de fevereiro com representantes da instituição educativa, o diretor Luiz Ricardo Nascimento e o monitor Luiz Speffem.

De acordo com Luiz Nascimento, a Casa Familiar do Mar conta com a parceria das Prefeituras de Araquari, Itapoá e São Francisco do Sul. Porém, depende do convênio com a Secretaria de Educação do Estado, que era voltado para o pagamento dos professores que lecionam na instituição e garantia a certificação dos alunos. O encerramento do convênio com o Estado, segundo o diretor da casa, se deve à falha da antiga direção da instituição no repasse de informações para a Gered (Gerência Regional de Educação).

Apoiando a Casa Familiar do Mar, o vereador Jorge Macedo acompanhará os representantes, funcionários e pais de alunos da instituição até Florianópolis, e juntos, tentarão firmar um novo convênio com a Secretaria de Educação do Estado.

Hoje, a instituição atende 41 estudantes, filhos de pescadores de São Francisco do Sul e região, que além de frequentarem o ensino fundamental também recebem qualificação profissional, voltada ao meio pesqueiro.

 

 


 

 

 


 

 

 

Câmara de São Francisco adquire novos veículos

 

Escrito por Fabiane Borges.

 

Três novos veículos. Esse é o número dos carros que a Câmara Municipal de São Francisco do Sul adquiriu recentemente. O objetivo é auxiliar o legislativo em seu trabalho de fiscalização. De acordo com o presidente da Câmara, o vereador Clóvis Matias, os automóveis só foram comprados porque os antigos estavam dando alto custo em manutenção e acabava saindo caro para a Câmara.

Os dois automóveis Peugeot 408 e um Peugeot Ducato, devem auxiliar o trabalho dos vereadores, que se deslocam constantemente para as reuniões e para a  própria fiscalização da cidade de São Francisco do Sul.

Os automóveis antigos, também têm destino certo, eles devem ser passados para a Prefeitura Municipal. Com as novas aquisições, a Câmara de Vereadores contará com uma frota de cinco veículos.


 


 

Vereadores Mirins discutem "Bulling"

Nesta terça-feira, 6 de março, foi a vez dos vereadores mirins se reunirem para discutir as necessidades de se trabalhar para a exclusão do "Bulling", nas escolas. A solicitação dos jovens vereadores foi desenvolvida em conjunto com o vereador Jorge Macedo (PMDB). O bulling é um termo inglês, usado para descrever a violência física ou psicológica que acontece repetitivamente e acaba por isolar o aluno.

Na sessão, os vereadores sugeriram a implantação de regras contra o bulling no regimento da escola, além de fornecer ideias relacionadas às orientações às vítimas e agressores, mostrando a esses as consequências de suas ações. Para os vereadores, a escola pode auxiliar no envolvimento da família e da comunidade, em busca de soluções para esse problema que vem afetando grande parte das escolas do mundo. Palestras, debates e distribuição de cartilhas, aos alunos, que forneçam solicitações de como agir diante da situação “bulling”, também surgiram na discussão.

Mas, a sessão não parou por aí. Alguns dos vereadores mirins fizeram indicações de obras que perceberam necessárias para os bairros em que moram. A primeira secretária Luana Behling Cesar trouxe para a mesa a discussão sobre a implantação de um espaço para esportes no bairro Vila da Glória.

Segundo ela, durante a semana, os alunos do bairro podem praticar esportes no ginásio da escola, mas, apenas durante os intervalos ou nas aulas de Educação Física e, nos fins de semana, a escola fica fechada para os alunos e a comunidade. Outra opção de lazer ou esporte seria a natação, no próprio mar de Vila da Glória. Os jovens da região perceberam a falta de um local adequado para a prática de esportes e solicitam um projeto que os beneficie.

A presidenta, Maria Gabriela Teodoro Saragoça também fez uma indicação para a implantação de uma pista de skate no bairro Enseada. A presidenta afirma que os jovens andam com o skate pelo meio das ruas, correndo risco de se envolverem em acidentes.

O vereador, Natanael Felipe Lima Leite também fez sua indicação. Ele solicita a construção de um posto de saúde no bairro Enseada, próximo da escola. Durante o ano letivo, os alunos que se machucam na escola precisam receber atendimento do corpo de bombeiros porque não há unidade de saúde na região. Assim, toda a comunidade precisa se deslocar. A próxima sessão ordinária está marcada para 10 de abril.



 

SESSÃO ORDINÁRIA NO MÊS DE NOVEMBRO

DATA: 4, 6, 18, 20, 25 e 27 às 19h.

 

 

TV Câmara